Bem-vindo(a). Nosso escritório está localizado em Recife, capital pernambucana, formado pela união de advogados que mesclam maturidade, experiência, responsabilidade e determinação; sempre compromissados com a ética, acima de tudo. São titulares os advogados Otoniel Falcão do Nascimento (OAB-PE 12.454) e Dario Taciano da Silva Dantas (OAB-PE 20.584).

Nosso mister é exercido de maneira enérgica e tenaz na defesa intransigente dos interesses dos nossos clientes, atuando de maneira consultiva e contenciosa, nas diversas cortes judiciais e administrativas do nosso estado e demais regiões do Nordeste.

Com área de atuação em todo Estado de Pernambuco e nas demais capitais do nordeste, possui escritórios parceiros nos outros estados da região para promover um atendimento célere e eficaz aos seus clientes.

A advocacia moderna, em tempo das grandes corporações de advogados, reduz a relação entre a clientela e o profissional a um mero contrato de prestação de serviços, onde o cliente nem sempre tem acesso aos profissionais titulares dos escritórios e o que se oferta é o sucesso na demanda; consubstancia-se numa relação fria, impessoal e meramente econômica.

Na contramão dessa maré, nosso escritório preza por uma relação mais passional com o Direito e os interesses da nossa clientela. Optamos por sempre construir uma relação de amizade e confiança com nossos clientes, afastando-nos da reserva imposta por uma relação estritamente comercial, envolvendo-nos na busca incessante da tutela dos seus interesses. Sermos apenas prestadores de serviço não é o nosso objetivo; buscamos acima de tudo Justiça, não somente na aplicação das normas mas especialmente na concretização da virtude do que é justo.

Seara Jurídica - últimos artigos

03.01.2011
Turma diz que toda informação em site da Justiça tem valor oficial
25.11.2010
Administração Pública não é responsável por pagamentos trabalhistas na inadimplência de empresas con
22.11.2010
Perda da chance: uma forma de indenizar uma provável vantagem frustrada
27.09.2010
Mesmo extinta, Lei de Imprensa ainda é tema de muitos recursos no STJ
24.09.2010
Após 2006, é possível penhora eletrônica sem o esgotamento das vias extrajudiciais na busca de bens
26.08.2010
STJ reconhece amplitude do conceito de consumidor em casos especiais